Pular para o conteúdo
Início » Basílica de Notre-Dame, Oratório e Mais

Basílica de Notre-Dame, Oratório e Mais

  • por
Basílica de Notre-Dame, Oratório e Mais


Por muito tempo a religião foi um elemento de afirmação identitária nas áreas francófonas do Canadá. As igrejas em Montreal mostram a impotância que o Catolicismo teve na fundação e na história da cidade.

Por isso, durante sua viagem para Montreal é impossível não visitar belas e históricas igrejas. Nelas você verá os melhores exemplos da arte sacra local sem precisar pagar, com exceção da igreja mais importante, a Basílica de Notre-Dame de Montreal, que é paga.

Aliás, este artigo deve começar pela Basílica de Notre-Dame de Montreal, uma das igrejas mais deslumbrantes do mundo, visitada por 11 milhões de pessoas todo ano.

História da Basílica de Notre-Dame de Montreal

Basílica de Notre-Dame de Montreal na Place d’Armes

A pequena Ville-Marie, fundada em 1642, tornou-se realmente uma cidade com a chegada da Companhia dos Padres de São Sulpício em 1657 e com eles se firmou o culto à Virgem Maria e a necessidade de erguer um templo dedicado a ela.

A Basílica de Notre-Dame de Montreal é um símbolo da cidade porque sua história se mescla com a história de formação da região. Ambas evoluíram juntas.

Portanto, a Companhia dos Padres de São Sulpício foi a responsável pela construção da primeira igreja chamada de Notre-Dame, feita com pedras entre 1672 e 1683. Rapidamente, a primeira igreja se tornou pequena para acomodar as demandas locais.

Porém, foi necessário mais de um século até a construção da nova igreja. A partir de 1824, o arquiteto anglicano James O’Donnell começou os trabalhos da primeira igreja neogótica do Canadá. Os trabalhos continuaram até 1829.

No ano seguinte, O’Donnell faleceu, mas foi sepultado na igreja porque tinha se convertido ao Catolicismo no leito de morte e até hoje é a única pessoa sepultada na cripta da Basílica.

Ao longo das décadas, a Basílica de Notre-Dame de Montreal passou por melhoramentos. As duas gigantescas torres são da década de 1840. A torre oeste é de 1841 e a torre leste de 1843.

Na fachada, há três estátuas principais: São José representando o Canadá; Virgem Maria é o símbolo de Montreal; e São João Batista representa a província do Quebec. As três estátuas são de 1865, obras do escultor francês Henri Bouriché.

A fachada impressiona e de alguns pontos da cidade você consegue ver as torres, por mais que os edifícios modernos dominem a paisagem.

Contudo, o inesquecível da Basílica de Notre-Dame de Montreal é o interior, que teve como responsável Victor Bourgeau, que passou por um embelezamento entre 1874 e 1880.

A seguir vamos mostrar como visitá-la e quais são seus destaques internos.

Como visitar a Basílica de Notre-Dame de Montreal e seus destaques

5 Igrejas em Montreal: Basílica de Notre-Dame, Oratório e Mais

Há três formas para visitar a Basílica de Notre-Dame de Montreal: visita turística, experiência Aura e missa. Na última opção, só vale a pena nos finais de semana, quando as missas acontecem na nave principal. Saiba que as missas são celebradas em francês.

Mesmo nos horários da missa nos finais de semana, há atendentes na frente da Basílica. Eles reforçam que quem quer participar da celebração deve ficar até ela acabar, ou seja, durante 1h.

Se você quer contemplar a Basílica com paz e tranquilidade, as missas parecem ser adequadas, porque durante as visitas turísticas há muitos visitantes, principalmente no final de semana.

Nós participamos da visita turística em uma segunda-feira, então, não enfrentamos multidões e compramos os ingressos na hora ($15 por pessoa), mas é recomendado comprá-los no site.

Entrando na Basílica, o que primeiro se nota é o altar estrategicamente iluminado em suas partes azuis, em harmonia com o teto azul escuro com estrelas douradas e o corredor azul celeste.

5 Igrejas em Montreal: Basílica de Notre-Dame, Oratório e Mais
Detalhes do altar

É a combinação de azuis com o dourado delicado presente na madeira que surpreende, sempre com a ajuda da iluminção bem posicionada.

Caminhando em direção ao altar, você poderá observar os detalhes, como as estátuas. Ao centro fica o crucifixo, com a Virgem Maria e São João, um de cada lado, e Maria Madalena aos pés de Jesus.

Ao redor da cena da Crucificação estão quatro estátuas relacionadas ao Velho Testamento: Abraão quase sacrificando Isaac; Melquisedeque oferecendo pão e vinho; Moisés e as leis; Arão sacrificando um cordeiro.

Na parte mais baixa do altar, você verá a Última Ceia esculpida em madeira, semelhante à retratada por Leonardo da Vinci.

Porém, chama a atenção as estátuas de Jesus ressucitado coroando sua mãe, evidenciando que a Basílica é dedicada à Virgem Maria, uma figura central em Montreal.

Contemplar o altar é o ponto alto da visita à Basílica de Notre-Dame de Montreal, mas não é o único. Vire-se e aprecie a grandiosidade do órgão, feito em 1891, mas que passou por reformas para que esteja impecável quando é tocado nas missas.

5 Igrejas em Montreal: Basílica de Notre-Dame, Oratório e Mais
Púlpito, órgão e vitral com cenas de figuras históricas de Montreal

Entre o altar e o órgão, fica o púlpito, ricamente entalhado e com obras de arte. No passado, o padre subia ao púlpito para fazer o sermão, o que não acontece desde 1962.

O design do púlpito é de Victor Bourgeau durante a renovação do interior na década de 1870. Porém, as estátuas de Ezequiel e Jeremias na base são de Louis-Philippe Hébert e representam o fundamento do Cristianismo, que é o Velho Testamento.

Acima do púlpito, há estátuas de Jesus ensinando, assim como São Pedro e São Paulo.

Esses são os destaques principais da Basílica, porém o que eu mais gostei foi caminhar pelas laterais onde estão as pinturas e o vitrais, lendo as ótimas legendas que eles possuem.

Nas pinturas e vitrais que você verá referências a personagens importantes na história de Montreal, como Jeanne Mance, uma das fundadoras da cidade e do primeiro hospital.

É claro que há vitrais e pinturas relacionados à catequização dos Povos Originários, um dos objetivos dos franceses na região.

Continue a visita na Capela de Notre-Dame-du-Sacré-Coeur. Em 7 dezembro de 1978, um incêndio destruiu quase que completamente a capela original de 1891.

O que você verá hoje é um trabalho exemplar em madeira e um colossal altar de bronze modernista, representando o caminho da Humanidade em direção à Santíssima Trindade. O painel de bronze foi criado pelo escultor local Charles Daudelin.

Na Capela de Notre-Dame-du-Sacré-Coeur acontecem as missas durante a semana, não é possível tirar fotos e é um reduto de tranquilidade para quem deseja fazer uma oração.

Acima, nós abordamos a visita turística tradicional, mas a Basílica também oferece a experiência chamada de Aura, um show de luzes e sons dentro da nave principal, que normalmente acontece à noite. O ingresso adulto custa $34.

Nós não participamos da Aura, porque queríamos ver as obras de arte com calma, apesar de que na visita turística tradicional a espiritualidade do local não é perceptível.

A conclusão que chegamos é que realmente a Basílica é um local esplendoroso, porém é melhor participar da missa se você for religioso. Para contemplar as obras de arte, faça a visita turística nos dias de semana.

Além disso, a equipe deveria instruir melhor os turistas sobre o tipo de roupa permitida e regras básicas de etiqueta. Há turistas do mundo todo e uma parte deles não está acostumada com igrejas.

Outras igrejas em Montreal que merecem uma visita

Igrejas tranquilas, gratuitas e com as portas sempre abertas também são encontradas em Montreal, com destaque para as mostradas abaixo.

  • Capela Notre-Dame-de-Bon-Secours: é a igreja mais antiga de Montreal, erguida em 1771, tendo entrada gratuita. Por fora, ela é uma igreja simples, com torres pontiagudas. O interior é aconchegante e iluminado, com uma grande pintura da Vírgem Maria no altar e vitrais nas laterais, além do dourado ser a cor predominante. Nessa igreja participamos de uma empolgante missa em inglês, no domingo às 16h.
  • Catedral Marie-Reine-du-Monde: localizada em Centre-Ville (Downtown) na Square Dorchester, essa catedral de 1870 foi inspirada na Basílica de São Pedro no Vaticano, sendo a terceira maior do Quebec. Seu interior é amplo (em forma de cruz), dourado e com tons pastéis. Destacam-se as pinturas com referências à catequização e o baldaquino no altar, tão detalhista que lembra uma obra de arte oriental.
  • Basílica Saint Patrick: também localizada em Centre-Ville, a Basílica Saint Patrick começou a ser construída em 1843 para acomodar os irlandeses católicos. A igreja tem decoração neogótica com elementos verdes e madeira, sendo a igreja mais aconchegante que visitamos em Montreal.
  • Oratório de São José (Saint Joseph’s Oratory of Mount Royal): localizado em um dos picos do Monte Royal, fora de Downtown, o Oratório de São José é uma igreja diferente e monumental. É diferente por ter o interior inspirado na Art Déco, afinal, data começo do século XX (1924). Contudo, é impossível não se surpreender com a arquitetura externa, que lembra a Basílica de Sacré Cœur em Paris, além do fato de ser a maior igreja do Canadá. Por causa da sua posição à oeste, é um dos melhores lugares para ver o pôr do sol em Montreal. Para visitar o Oratório de São José, a entrada é gratuita, incluindo o ônibus shuttle que leva ao topo.

Esperamos que nossas dicas sobre as igrejas em Montreal tenham feito você querer visitá-las. Nós acreditamos que as igrejas nas cidades históricas são essenciais, porque abrigam história e arte!

Leia também nosso post completão sobre os melhores bairros para se hospedar em Montreal!

Boa viagem, Viajante!

Comparador de seguro viagem
Seletor de hotéis

Teste o seletor de hotéis do Guia!










Reserva de hotéis

RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.


Melhor localização

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.


Melhores hotéis

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.


Reserva de carros

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.


Melhores seguros viagem

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.


Podcast de viagem

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.


Loja do viajante

LOJA DO VIAJANTE

Sabe quando você utiliza um check-list de viagem e descobre que faltam alguns itens para a sua bagagem?

Selecionamos produtos importantes que nós utilizamos e recomendamos você levar na sua viagem. Eles estão apresentados na Loja do Viajante



Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *